23 abril 2011

7º Duatlo Perosinho -2011

Participei hoje no meu primeiro Duatlo de estrada e fiquei fã desta pequena prova simpaticamente organizada pelo Clube de Triatlo de Perosinho e cujo anfitrião foi o hospitaleiro Venceslau Fernandes, antigo vencedor da Volta a Portugal e também pai da Super Campeã Vanessa Fernandes que ilustra o poster da prova.
Destaque para um dos patrocinadores: Gruta Cola. Não conseguiria fazer o "Coke Challenge" sem errar. Só o nome é que é uma facada no marketing (ou não)!

A chuva terá afastado alguns participantes que experimentariam pela primeira vez um duato e daí a reduzida participação (ainda não saíram os resultados mas estimo que cerca de 50 atletas no máximo).
A equipa mais bem representada terá sido o Porto Runners!

4,4Km + 20Km +2,2 Km era o menu disponível. O piso molhado aconselhava a que se corressem poucos riscos no ciclismo, mas durante a prova ninguém se lembra disso. Ou pelo menos eu não me lembro...:D (sorte a minha que ando pouco).

Dada a partida e rapidamente fiquei para trás. Poucos atletas, mas ainda assim com muito boa gente a correr forte. Duas voltas a percurso em paralelo. O objectivo era sair inteiro da corrida e ver como me iria sentir na bicicleta.
Não faço ideia da posição em que saí da primeira corrida, mas passadas as duas voltas cheguei à conclusão que ando preciso de voltar a treinar corrida decentemente.

Fiz uma transição bem rápida que só pecou na hora de colocar os pedais de encaixe. Consegui ir na roda de dois miúdos durante quase toda a primeira volta, mas na subida final fiquei para trás e entregue à minha sorte.
Rapidamente fui sendo alcançado por sucessivos atletas que era incapaz de seguir, o que era previsível. Ainda assim menos do que estaria à espera.
Nas subidas consegui perceber na pele porque chamam ao Ciclismo um desporto de "sofrimento". Ufa!
Além disso a chuva não deu tréguas durante toda a prova e foi com muita sorte que não saí da estrada por duas ou três vezes. Esse foi também 1 dos grandes feitos do dia!

Cheguei novamente à corrida, mas percebi também que tinha gasto demasiada energia no ciclismo e que deveria ter usado um gel, uma vez que senti uma ligeira quebra. Voltei a não conseguir imprimir o ritmo desejável terminando com um tempo final à volta de 1h20m (não sei o tempo exacto dado que apenas iniciei o cronómetro a meio da primeira volta de corrida).

Fiquei fã e vou voltar!


Percurso no Garmin Connect:



6 comentários:

Hugo Gomes disse...

Mais uma manhã de convívio, camarada!

O que importa é ir acumulando experiência.

Um abraço!

JCCJCC disse...

Prova engraçada a de Perosinho.

O percurso maioritariamente plano inventado pelo Venceslau é que de plano tinha muito pouco...

parabéns pela prova feita, e é como diz o Hugo, importante é ir acumulando experência(s).

Venham as próximas provas.

JC

MT disse...

Só é pena não terem oferecido o Pirolito como há dois anos. Mais um clássico dos refrigerantes Gruta da Lomba!

luis mota disse...

Olá MarK!
Vejo que a estás a trabalhar no triatlo. Também gostaria, ainda equacionei, mas optei pela Montanha.
Penso que fizeste uma boa opção e espero que consigas alcançar os teus objectivos.
Grande abraço,
Luís Mota

Katryny disse...

Ei Mark, tudo bem?? quanto tempo né? estou começando a me apaixonar por esse tal de triatlhon, só não sei nadar rsrsrs acho que vou começar pela bike para ver se me adapto :)
Grande abraço e bons treino

Xampa disse...

Andas sumido Mark.
Como estão as coisas?