05 março 2010

XX Meia-Maratona Cego do Maio - Póvoa de Varzim

Estive hoje presente na 20ª edição de Meia Maratona Cego do Maio na Póvoa de Varzim, a minha prova talismã, porque foi aqui que o ano passado bati o meu recorde na Meia Maratona.

O facto do percurso ser quase plano (ver abaixo o gráfico) convida muitos atletas a aqui tentarem as suas melhores marcas e eu não fui diferente, mas só o RP não me era suficiente dado que desde o ano passado que procuro baixar de 1h20 sem sucesso.

-clicar para ver maior-

Antes de passar ao relato dou mais uma vez parabéns à organização que esteve impecável em todos os aspectos. Destaco o facto de me ter sido possível efectuar o aquecimento dentro do pavilhão onde era feita a recolha dos dorsais. Choveu intensamente até ao início da prova e isso impediu que chegasse à linha de partida completamente encharcado!

Tal como referi comecei a prova determinado a manter um ritmo que me permitisse fazer abaixo de 1h20m. Uma distracção levou a que só ligasse o relógio em cima da hora de partida o que não deu tempo para apanhar sinal GPS desde o princípio da corrida (ficou com uma diferença de 300 metros), mas as placas permitiram-me controlar o ritmo.

Para atingir o meu objectivo tive o Capela em linha de mira até ao K5, o que fez com passasse neste parcial em 18m21s.Se arriscasse um pouco e me sentisse bem até poderia ter uma surpresa...!

No K10 já ia perdendo rendimento o que fez com que passasse com 19m09s, mas ainda assim exactamente em cima do planeado que era 37m30s, aliás muito perto do meu melhor aos 10 Km, em parte auxiliado por ir puxando alternadamente com um companheiro na tentativa de chegar a um grupo numeroso que seguia mais à frente, mas creio que esta tentativa de recuperação arruinou um pouco a restante corrida dado que me devo ter desgastado para além da minha conta.

Tomei um gel e continuei a palmilhar a estrada-
Perdi alguns segundos na ingestão do gel e fui reduzindo a passada para um ritmo mais "confortável" com alguns km na casa dos 4 minutos... porque já não dava mais e nesta altura fui passado por muita gente o que animicamente também não ajudava nada.
Passei ao K 15 com com 57m10s (estive a consultar os meus registo e também representa uma melhor marca aos 15Km para mim), já distante dos 56m15s que precisaria para atingir o objectivo.
Daqui para a frente posso dizer que foi difícil!
Ainda consegui aproveitar a boleia de um grupo que me ajudou até ao K20 onde passei com 1h17m09 e na recta da meta aproveitei o ânimo do Carlos Coelho dos Dasdikes que me permitiu concluir em 1h2151s e tirar cerca de 20 segundos ao meu melhor registo.

Para melhorar há que treinar mais séries e tempo-runs que é uma coisa não tenho feito com muita qualidade.

No final ainda estive à conversa com o Carlos e como todo o seu grupo ficou viciado na Corrida!
Encontrei depois o Capela e o Rui Pena que também bateram os seus recordes pessoais!

Alguns segundos de conversa com o Rui bastaram para me convencer a estar presente no Duatlo da Póvoa que vai ocorrer no próximo dia 28 Março. Vai ser uma aventura dado que a minha bicicleta é um autêntico "tractor", mas a ver vamos.
Já tinha adiado esta ideia até ter uma melhor preparação, mas também já andava a matutar no assunto depois de ler este post do Miguel Paiva. Boa sorte para mim dado que de bicicleta só mesmo passear! :-D

Resultados

Registo do Percurso no Garmin Connect
(com menos 300 metros pelo motivo referido)

Próximo desafio: Duatlo da Póvoa de Varzim
e
possivelmente Corrida do Dia do Pai

11 comentários:

MPaiva disse...

Bela prova Mark!
Por razões de ordem familiar não puder estar presente, mas fiquei satisfeito por ver que a prova correu bem a todos os amigos!
A notícia da tua presença no Duatlo é excelente. Vai ser uma aventura bem divertida, ainda para mais em BTT!!!

abraço
MPaiva

TRiCota disse...

Excelente ritmo...parabéns.

Para mim a coisa não correu tão bem...

Saudações Triatléticas,

TRiCota

luis mota disse...

Olá Mark!
Em grande forma a caminho da Maratona de Paris.
Parabéns pelo teu record pessoal.
Boa semana para ti,
Luís mota

HPereira disse...

Parabéns.
Também para mim esta prova se tornou em talismã pois que retirei 3 min. ao meu melhor tempo e após 3 dias de passar a V2. Foi fantástico. Comecei aos 40 a fazer 2 a 3 provas por época e esta época estou a levar mais a "sério" isto de correr e estou a rebentar com todos os meus tempos em todas as provas. está a ser fantástico.
Parabéns à organização.

HPereira disse...

Parabéns.
Também para mim esta prova se tornou hoje que a fiz pela 1ª vez, em prova talismã, pois retirei 3 min. ao meu melhor tempo e após 3 dias após ter passado a V2. Comecei a brincar com 40 anos a fazer2 a 3 provas por ano e esta época é que tenho levado mais a "sério" isto de correr e está a ser fantástico pois que estou a bater todos os meus tempos em todas as distâncias. Parabéns à organização.

NS disse...

Viva Mark

Parabéns pelo RP.

Gostei de saber que o percurso dessa prova é propícia a recordes :-)

Mas fiquei com uma dúvida, como é afluência de participantes em particular como é que se processa a partida, há muita confusão inicial ou os atletas estão "organizados" por tempos?

Abraço e boa sorte para o Duatlo,

NS

Mark Velhote disse...

Olá Nuno,

A prova não tem baías de largada por tempos, porque o nº de participantes não justifica(talvez tenham sido 500.

A partida é feita numa larga avenida e consegue-se começar a correr ao ritmo pretendido logo de imediato.

Para mim é a melhor Meia Maratona de todas as que participei . :D

Abraço

António Almeida disse...

Parabéns Mark, pelo recorde e pela preparação que levas rumo a Paris, aposto numa grande marca.
Abraço.

João Paulo Meixedo disse...

é só pessoal a bater recordes e eu a vê-los passar ...
Parabéns, pá.
Estive a ver a classificação e verifico que o meu amigo Artur Rodrigues ficou em 2º lugar.
Só coisas boas.
Um abraço.

Mário Lima disse...

Olá Mark

Já fiz várias vezes essa meia da Póvoa, embora residindo em Lisboa, sou poveiro de nascença. Uma prova boa para roladores e fazer 1h21' é bem bom.

Ainda bem que gostou da prova pois como poveiro fico agradado com esses elogios à organização.

Há uma coisa que me intriga, é a ingestão de gel em provas com esta distância. Parece que é moda agora pois já fiz muitas meias e nunca me lembro de alguma vez haver referências à toma desse produto.

Experimentei isso em duas provas de trilhos (30 e 40km) e francamente não senti melhorias no meu rendimento.

Continuação de boas treinos e provas e há-de chegar o dia em que o tempo de 1h20' será batido, é só acreditar.

Abraço!

Mark Velhote disse...

Olá Mário,

Obrigado pela visita e comentário e parabéns à Póvoa! :D

Em relação ao gel nas meias maratonas costumo tomar ao 10K. Não sinto nenhum aumento especial na performance, mas ajuda sempre a manter os níveis de açúcar.
Na (unica) maratona que fiz considero que foram essenciais para chegar ao fim em "bom estado".

conclusão: sou a favor e não dispenso em provas com duração superior a 1h

abraço