29 agosto 2010

I Triatlo Gaia 2010


Está feita a estreia no Triatlo!

Inicialmente estava previsto estrear-me nesta mesma prova, mas num evento paralelo que consistia numa prova lazer e em que as distâncias eram apenas 375m de natação, 10K de bike , 2,5 de corrida.

Com as mudanças de datas e pelo facto do Campeonato de Europa de sub-23 ter passado para Portugal, essa mesma prova terá ficado sem efeito e passou apenas a existir a Taça de Portugal (para além do Europeu é claro e cujo título ficou em casa com a vitória do João Silva) com o DOBRO da distância!

Por isso mesmo, fiquei na dúvida sobre participar ou não, principalmente porque ainda sou muito fraco na natação e no ciclismo, mas não podia deixar passar a oportunidade de me estrear em casa, sentir a adrenalina de participar nesta prova que teve uma grande repercussão aqui na cidade com Outdoors gigantes, site Pro, pedidos de voluntários numa escala organizativa de grande porte, enfim, a coisa prometia!

Confesso algum receio inicial pelo facto de desconhecer por completo como me sentiria a nadar em águas abertas e mais receoso fiquei quando no dia de ontem (sábado) vi o estado do rio na prova feminina de Sub-23, depois confirmado no acompanhamento em directo na prova com uma frase esclarecedora "Holly Avil parece ser uma das vítimas da forte corrente do rio Douro".
Já antes tinha sabido da antecipação da prova através do site da Federação que anunci
ava algo como "Fruto das condições de maré que se farão sentir em Vila Nova de Gaia"...

Bem, se uma das favoritas era arrastada pela corrente o mais certo era eu começar no Cabedelo e acabar na praia do Mindelo! :D

De qualquer forma preparei a logística necessária, que consiste numa lista infinvel de material e verificações de que falarei posteriormente e fui tentar pregar olho! Sentia um nervosismo até superior ao da estreia na maratona, mas acabei por dormir normalmente e às 8h já estava no Secretariado da prova a levantar dorsais, touca e chip electrónico! O rio parecia um espelho e isso era muito bom sinal. Depois vim a saber que a razão da prova ter sido antecipada foi mesmo a maré-baixa, ou seja, em determinadas parte até havia pé, o que para mim se revelou uma dádiva!

Fui parar a bike no Parque de Transição e encontrei logo o Rui Pena que foi impecável e me acompanhou durante a fase pré-prova respondendo aquelas dúvidas próprias de um iniciante. Obrigado Rui!
Depois fui encontrando outros tri-atletas da blogosfera como o Fernando Carmo que tive o prazer de conhecer, o Henrique e o Paulo do do CVP que dão sempre aquela força e incentivo de salutar!

Vestido o fato isotérmico (a agua estava a 18 graus e foi permitido o uso de fato para minha sorte e benefício geral) lá me encaminhei para o ponto de partida procurando alguém para me ajudar a apertar a parte de trás do mesmo. Obtive a ajuda de outro atleta que em conversa vim a descobrir ser o Presidente da ETU, Philip Schadler. Que desporto fascinante este onde os presidentes da instituições participam nas provas que ajudam a organizar! Uma pessoa 5 estrelas e super acessível!

A próxima vez que vir o Blatter, o Platini ou o Madaíl vou também dar duas de letra com eles...

Natação:Dada a partida, deixei-me obviamente ficar na parte de trás do "pelotão". Além de não querer levar a habitual pancada deste segmento, tinha como objectivo inicial chegar à bicicleta, ou seja, sair da agua de outra maneira que não no barco da organização. O segundo objectivo do segmento era tentar nadar em menos de 20 minutos tentando replicar aquilo que já tinha feito na piscina do Fluvial.

Logo à partida percebi contudo que tinha outro desafio adicional: a Navegação. Enquanto na piscina temos uma pista que nos vai guiando, aqui temos de saber nadar de cabeça levantada para perceber em que direcção vamos e apesar da corrente estar fraca, ainda assim era suficiente para me desviar dos vários rumos que fui traçando ao longo dos 23 minutos que demorei a percorrer os 750 metros... (o vencedor demorou nove...)

Enfim, até me deu vontade de rir, mas lá fui gradualmente conquistando metros e de vez quando nadava bruços para ver onde estava e retomar novamente a rota correcta. Senti-me bem a nadar e com força para nadar mais, mas está visto que preciso de aconselhamento técnico para conseguir nadar mais rápido. De qualquer forma fiquei satisfeito tendo em conta que há 2 meses atrás a minha natação foi descrita por um professor como "saber andar na agua", ou seja, eu nem a respiração fazia direito...

T1 Swim 2 Bike: às 3 tarefas principais do triatlo temos de juntar as transições. Uma transição eficaz permite recuperar eventuais atrasos na natação, dependendo obviamente da velocidade a que nadamos. No meu caso não tinha muita pressa. Saí com bastante calma da agua, passei pelo chuveiro e como ainda me faltam alguns apetrechos como fato de triatlo, bike de ciclismo com sapatilhas de encaixe, etc. , terei demorado talvez uns 5 minutos neste PT, incluindo retirar o fato isotérmico, que me custou bastante, mesmo apesar das carradas de creme que coloquei nos tornozelos.

Julgo que poderia ter sido mais rápido, mas o interesse era apenas divertir-me e chegar ao fim. O mais difícil já estava feito.

Bike: O percurso era de 20Km (4 voltas de 5K)e estava anunciado como técnico e com curvas perigosas, mas à velocidade a que eu circulo o anúncio não era nitidamente para mim. Aqui a ideia era tentar apanhar uma roda e ver no que dava.

A minha anterior experiência de corridas de ciclismo resumia-se ao Duatlo da Póvoa e apesar de ter agora muitos mais treinos do que tinha, não tenho pernas para mais. Não consegui "agarrar" nenhum daqueles que me ultrapassavam e que já me iam a dobrar em voltas. Fiz o ciclismo quase todo sozinho em cerca de 54 minutos, um pouco melhor do que a natação, mas mesmo assim a precisar de melhorar nitidamente. Como desculpa posso utilizar a bike, que continua a ser a mesma de sempre, mas desadequada para esta prática.

Bike 2 Run: aqui a transição foi mais rápida. Pousar a bike e o capacete e estava pronto para a corrida! Finalmente, terreno conhecido.

Corrida: o percurso consistia em duas voltas de 2,5km planos. Tinha feito 1 ou 2 treinos de transição e neste caso foram o bastante, porque consegui fazer a corrida com bastante naturalidade, recuperando algumas posições. Talvez por não ter dado tudo na bike cheguei fresco e capaz até de correr mais. Achei que foi a maneira perfeita de terminar

Completei em 19m32s o que terá sido o 58º melhor tempo deste segmento (ou até menos se descontarmos o pessoal que só deu 1 volta de corrida...pois...no triatlo também há furões...)

Resultado: 169º em 182 tri-atletas chegados à meta a fazer lembrar a primeira corrida em que participei, ou seja, bem lá fundo da tabela. Tempo total : 1h37m45s, para já recorde na distância de Triatlo Spint :D. O "bichinho" do triatlo ficou, mas aqui só a motivação não vai chegar. Vai ser preciso treinar mais e melhor!

Organização:já tinha constatado a qualidade da organização no Duatlo da Póvoa que era apenas um evento regional, mas nesta prova de carácter nacional deu para perceber que a organização trabalha efectivamente bem e está de Parabéns por isso.Bem hajam!

Especial agradecimento ao Manuel Correia e Vítor Dias pelas fotos que me tiraram durante a prova e pelo incentivo!

Resultados no site da Federação

30 comentários:

Jordão Alves disse...

Os meus parabéns para 1º muito bom tive pena de nao me cruzar com o amigo, afinal nao estive a participar podia ter conversado um pouco, mas ja vi que nao vao faltar oportunidades parece que o bicho pegou... Ainda bem afinal isto é uma familia o amigo com o tempo vai perceber isso, o triatlo é um desporto diferente de todos os outros.
Forte abraço e continuação de bons treinos.

TRiCota disse...

Muitos parabéns...excelente início e fantástico relato...como se estivessemos lá ao teu lado...agora é continuar a treinar...

Muita força.

Abraço

Vitor Dias disse...

Viva Mark

Gostei muito de ver a tua prova, vibrei com ela e vibrei agora da mesma forma com o teu excelente relato.

Parabéns pela coragem e pelo empenho e pelo desempenho.

1 abraço.

Vitor Dias

João Paulo Meixedo disse...

Muito bom! Excelente.
O Vitor ontem falou-me, mas eu percebi que ias estar lá para assistir. Nunca pensei que te mandasses ...
Parabéns.
Orgulhoso de ser teu amigo.
Um enorme abraço.

MPaiva disse...

Grande Mark! Parabéns pela audácia de te lançares rio adentro numa aventura desse calibre. Vejo que acabaste em grande estilo, com força para uma corrida num ritmo excelente.

abraço
MPaiva

Fernando Carmo disse...

Boas,
Foi um prazer conhecer-te pessoalmente. De facto, a Internet torna o Mundo mais pequeno! :-D

O primeiro Triatlo é assim mesmo. Verás que daqui a uns anos te rirás de tudo isto e que o cronómetro emagrecerá como nunca pensaste ser possível.

Eu sou suspeito, mas considero isto um desporto fascinante com uma "onda" única entre os atletas... Até os presidentes competem... :-D

Seguramente terás ficado com o "bicho".

Até ao próximo!

FC

Mark Velhote disse...

Olá Jordão,

Obrigado pela força!
Pena que também não tenhas recuperado a tempo de participar.
Para a próxima não falharemos o encontro!Rápidas melhoras e 1 abraço

Mark

Mark Velhote disse...

Viva Melo,

De facto acho que não podia ter tido mais sorte com as condições da maré, por isso fiquei contente e com a sensação de missão cumprida.

Obrigado pela força
Mark

Mark Velhote disse...

Olá Vítor,

mais uma vez obrigado pelas fotos e pelo incentivo.
Tens mesmo de experimentar e já tens a pista de treino ideal (Fluvial) para treinar a natação.
A Póvoa é o local ideal para tal e fica aqui aqui o desafio outra vez!
:D

abraço
Mark

Mark Velhote disse...

Olá João,

Só pelo teu comentário já valeu a pena ter participado!
Muito obrigado pelas palavras Amigão!

Aquele abraço
Mark

Mark Velhote disse...

Viva Miguel,

Mais uma vez serviste de inspiração, mas desta vez com o teu excelente relato do triatlo da póvoa do ano passado! Foi o mote inicial!

O rio Douro estava uma autêntica piscina por isso a coragem foi relativa, mas estava decidido a completar a natação independentemente das condições!:D

Espero ver-te na Póvoa!

Abraço

Mark Velhote disse...

Viva Carmo,

O prazer foi todo meu. Já sigo o teu blog há algum tempo e por isso gostei bastante de te conhecer pessoalmente.

Acredita que fiquei ainda mais fã do triatlo (e também ainda mais consciente da dificuldade que representa fazer estas 3 provas)e contente também por ver que os dirigentes são pessoas completamente terra-a-terra, sem vedetismos.

1 abraço

MT disse...

Grande herói! Ontem pensei ligar-te mas fui à pressa ver o FCP e depois já achei ser um pouco tarde para quem teve um triatlo de manhãzinha.
O ano passado também comecei com uns belos 22:43 em Penacova e meses depois já estava nos 14 na natação, por isso a evolução vai ser rápida.
E em relação ao tempo na bike... Percurso plano sem bicicleta de corrida é uma grande condicionante, daí que não tenhas conseguido colar em ninguém.
Tenho pena de não ter aparinhado, ainda estava a voar de Barcelona para cá, mas na Póvoa lá estaremos.

Abraço.

Vitor Veloso disse...

Parabéns pela estreia.
Excelente post numa grande aventura, e que continues a brindar-nos com tuas novas aventuras.
Continuação de bons treinos
abraço

Mark Velhote disse...

Viva Miguel,

Obrigado! :D
Faltavas tu para abrilhantar o evento! eheh
Na Póvoa lá estaremos embora não seja previsível grande evolução, mas ao menos não me perco no meio da piscina.
Não sabia que já tinhas andado na casa dos 20 min aos 750m, mas não deixa de ser animador para mim....

Quanto à bike continuo a sondar.

Abraço

Mark Velhote disse...

Olá Vítor,

Obrigado! :D
Desta vez tive um fótografo que pela primeira vez registou quase todo o meu percurso e daí ter um post mais " colorido".

Aconselho todos os corredores a experimentarem e deixo-te o mesmo conselho!
Bons treinos e 1 abraço

João Correia disse...

Bem, eu já disse tudo a teu respeito. Reforço os parabéns e encontro agendado para a Póvoa, companheiro. Mas, não queria deixar de passar a oportunidade de aqui vir e ler o teu feito escrito pelo próprio.
Mais um Grande Abraço.

Paulo Neves disse...

Olá Grande Mark,

acabaste mesmo atrás da minha namorada! Isto parece-me perseguição:)
Se não tiveres o registo fotográfico da chegada, avisa que eu envio-te a prova da perseguição. Chegaste 2 segundos depois dela!

Muitos Parabéns e até à Póvoa.

Paulo Neves disse...

Fica aqui o link para a imagem da chegada! http://picasaweb.google.pt/vascomrsantos/ITriatloVNG?feat=directlink#5510947604669915906

Grande abraço!

Rê(nata) disse...

Olá Mark,
O importante é participar e aprender com os erros.
Os treinos estão aí para isso.
Parabéns pela estréia.
Renata

Rê(nata) disse...

Aliás, você arrasou na corrida! Foi ótimo!!!
Parabéns!

luis mota disse...

Grande Mark!
Esta seria a modalidade que gostaria de praticar.
Adorei ler as tuas palavras que são o espelho da tua determinação.
Grande abraço,
Luís mota

Mark Velhote disse...

Viva Paulo,

Obrigado pela foto! :D
Não fazia ideia, mas tomei o cuidado de abrandar para não ultrapassar em cima de linha de chegada e prometo que da próxima mantenho uma distância mais "respeitadora" eheh.

Grande abraço

Mark Velhote disse...

Olá Renata,

Obrigado pela visita! É isso mesmo! Com treino eu hei-de ir melhorando, mas devagarinho...eheh

Bjs

Mark Velhote disse...

Viva Luís,

A minha ideia é que conseguirias adaptar-te facilmente e com a tua força de vontade e disciplina de treinos rapidamente obterias resultados!
A sensação é a triplicar isso posso prometer.
Força!

Abraço

Nuno Castro disse...

Parabéns pela prova.
Não nos conhecemos, mas tal como tu, o meu objectivo era chegar ao fim e dizer: "Terminei a minha primeira prova de triato" (ainda que mais pequeno)!!! Objectivo cumprido e o bichinho ficou. Agora é treinar e acima de tudo divertir. A ver se no próximo baixamos a barreira da 1:30!!!
Abraço
Nuno Castro

David disse...

Antes de mais parabéns, pela estreia no triatlo, e pelo blog.
Tem sido boa inspiração visto ter os mesmos objectivos, que passa por completar uma maratona, e iniciar-me ao triatlo (de momento só meias maratonas).
Gostaria de saber como foi a aprendizagem da natação (se com prof., quantidade de treino, etc...) visto que também não ser o segmento mais forte.
Obrigado e bons treinos

Mark Velhote disse...

Viva Nuno,

Parabéns também! Acho que foi uma estreia em grande! A vantagem é que só pode melhorar (isto se treinarmos é claro).
O próximo é já na Póvoa e parece um pouco mais fácil...mas vamos ver como corre antes de falar...:D

Abraço e força

Mark Velhote disse...

Olá David,

Eu é que agradeço a visita e o comentário!
Também comecei com a corrida e com a meia-maratona por isso estás no bom caminho.

Quanto à natação eu apenas sabia nadar bruços e mal.
Fiz apenas um curso intensivo de 10 aulas com um professor que me ensinou o básico. (Isto em Julho).

Em Agosto inscrevi-me no Fluvial e tenho vindo a treinar sozinho em média 3 a 4 vezes por semana e sempre a aumentar o volume de treino. Vou apanhando aqui e ali algumas dicas para melhorar a técnica e a velocidade, mas sei que o caminho é longo.Muito longo mesmo.

Aconselho a quem tenha disponibilidade a frequentar aulas de iniciação e aperfeiçoamento,porque de outra forma é difícil evoluir sozinho. A menos que tenhamos alguém experiente para nos corrigir e aconselhar.

Espero ter ajudado
Bons treinos

sica disse...

O bichinho do Triatlo é mesmo assim, após a primeira vez é dificil não voltar.
Quanto ao objectivo custa o mesmo pensar um sonho inteiro, como meio sonho passa lá esse 70.3, como anteprojecto para o IronMan.
Em relação à natação conforme já percebeste neste momento interessa aperfeiçoar esquece os tempos e a intensidade e preocupa-te em melhorar a técnica, se quiseres estou disponivel para te dizer aquilo que tem sido mais relevante na minha evolução.