03 março 2009

Exame Médico Desportivo

Ontem desloquei-me ao CENTRO NACIONAL DE MEDICINA DESPORTIVA DO PORTO para realizar o exame médico desportivo.

Inicialmente tinha marcado um exame numa clínica, mas ao tomar conhecimento da possibilidade de fazer este exame nesta instituição optei por alterar. Efectuei a marcação por telefone com antecedência de aproximadamente duas semanas.

Despertei com a ansiedade própria de uma prova, tomei o pequeno-almoço e preparei a mochila como se fosse para uma prova!
O CNMD fica na Boavista mesmo em frente ao Estádio do Bessa e é um edifício pelo qual já passaram os anos (daí ter colocado no Twitter que me sentia na ex-RDA), com mobiliário antigo, austero e com funcionários sizudos (à excepção da simpática senhora da secretaria que me emprestou 40 cêntimos para pagar o exame o que me evitou uma deslocação ao MB mais próximo)que na maior parte dos casos eram miúdos estágiários com ar de quem estava a fazer um grande frete...

Após aguardar alguns minutos preenchi um pequeno formulário tendo então tomado conhecimento que a prova de esforço só era necessária (exigida) para atletas com idade superior a 35 anos.
Confesso ter ficado algo desiludido talvez porque estivesse a contar retirar dessa prova alguns dados sobre o meu condicionamento físico.

Desta forma o Exame Médico-Desportivo no CNMD consiste numa avaliação médica constituída por 13 pontos incluem para além da observação clínica, electrocardiograma e radiografia de tórax.

O médico que me atendeu despachou o questionário em 4 minutos e 40 segundos (já fiz exames de medicina de trabalho mais elaborados) e não conseguiu disfarçar o tédio quando lhe fiz perguntas sobre o teste VO2 e sobre a prova de esforço propriamente dita. Acabei por lhe estragar a média de atendimento embora me sinta algo culpado por estar a escrever isto aqui depois de ele me ter desejado boa sorte para as minhas provas (o que me pareceu sincero).

Mais importante que tudo foi eles não terem detectado qualquer questão que me pudesse comprometer este gosto pelas corridas! Bem hajam!

Bons treinos!

8 comentários:

joaquim adelino disse...

Ainda bem que isso está ótimo, mas os Centros de Medecina Desportivo deviam ser mais incisivos pois cabe-lhes a eles a boa manutenção da saúde, fisica e mental dos desportistas, nomeadamente os da corrida. Mas pelos vistos não é nada disso o que acontece pelo que era bom que os responsáveis por esse organismo do Estado tomassem medidas para reverter a situação.
De resto desejo bons treinos, até Lisboa.
Um abraço.

MPaiva disse...

Mark,

Como é que querias que te descobrissem alguma coisa em 4 minutos e 40 segundos :-)

abraço
MPaiva

Mark Velhote disse...

Olá Adelino,

Fiquei desiludido com o exame, mas este acaba por representar o estado da saúde em Portugal onde as pessoas morrem nos corredores dos hospitais...é triste mas é assim...



Olá Miguel,

Acho que a deslocação valeu apenas pelo electrocardiograma e pela radiografia ao torax....
O exame foi mesmo tipo check-list!

Abraço

Fernando Andrade. disse...

"É preciso ter-se confiança nas instituições...que são o garante de um Estado Democrático"
Portanto, Amigo Mark, nada de vir para aqui "achincalhar" o que nos calha em sorte,eheheh.
Vendo as coisas pelo lado positivo, sempre é melhor não lhe terem descoberto nada de mal e deixá-lo vir feliz e contente para praticar a sua corridinha, do que, após uma bateria de exames complicados, lhe virem com a conversa de que estava probido de correr (lagarto, lagarto).
Em suma, cada um de nós é que está condenado a ser o seu "médico", estando atento aos sinais que ele nos dá. Ou então, recorre à medicina privada e faz uma avaliação completa e competente do estado de saúde. QUERIAS!!!!????

Grande abraço e... animado pelo resultado, bons treinos e melhores provas.
FA

luis mota disse...

Olá Mark!
O importante é estar tudo OK para a corrida.
Boa prova em Avintes,
Luís Mota

José Capela disse...

Caro, Mark

Efectivamente os exames nos centros de medicina desportiva são decepcionantes.

Eu nunca fiz nenhum, mas como já ouvi tantos comentários que nada abonam a credibilidade dos ditos exames, nunca me desloquei a esses centros para os fazer.

No entanto, faço exames todos os anos: Ecocardiograma, prova de esforço e análises clínicas. Marco uma consulta com o médico de familia para ele me prescrever tudo isto e por meia duzia de euros faço os exames.

É evidente que exames mais elaborados não faço. Mas se esses que repito, que faço religiosamente, todos os anos dizem que está tudo bem e o meu médico diz para continuar a dar no osso que estou 'como o aço'para quê mais?

Desta formsa, não tenho sentido necessidade de fazer outro tipo exames.

Como vês, uma consulta no centro de saúde pode resolver o problema!

Abraço e bons treinos

José Capela

Luís RunnerOne disse...

E aí, blz?

Obrigado pela visita. Quem sabe podemos contribuir com blogs de qualidade sobre corrida.

A propósito, seu blog está na minha lista de blogs correria.

Abraços.

LuisCosta disse...

Viva,
fiz hoje de manhã o exame médico no CNMD, check up: OK!!Só para informação fizeram-me um electrocardiograma + consulta(despachada!) por 15,60 euros!

Cumprimentos, bons treinos e boa sorte para as provas que se avizinham Mark!

LuisCosta